Reunião tem como pauta o transporte em Estância Velha

por Câmara Municipal de Estância Velha publicado 12/02/2019 12h24, última modificação 12/02/2019 12h24
A Câmara de Vereadores e o Executivo estão empenhados em melhorar o acesso dos estancienses ao transporte, tendo como foco o controle do aumento da tarifa programa para esse ano.

Na tarde da última segunda-feira, 11, o Sr. Alcides Azevedo, da Empresa Silas Serviços de Transportes Urbanos, o Sr. Rudi Muller, da Secretaria da Indústria, Comércio e Turismo e o Assessor Jurídico do Município, Leonardo Brunetti Macedo, estiveram reunidos com os Vereadores a fim de verificar quais providências podem ser tomadas para conter o aumento da tarifa do transporte no município, dentre elas, um estudo será feito para analisar a viabilidade de remodelar a estrutura do terminal de transporte.

De acordo com o Assessor Jurídico, Leonardo Brunetti, vai ser avaliado em qual local pode ser feito esse terminal, se haverá uma ampliação do local onde há uma parada de ônibus no centro ou será em outro local, essa definição será encaminhada para Secretaria de Planejamento Urbano, onde será apreciado o custo da obra e encaminhada para a Prefeita, Ivete Grade, para que sejam tomadas as providências. “ Com o terminal e algumas outras medidas que podem ser tomadas, talvez esse custo não chegue aos 23% de aumento e talvez essa tarifa ainda seja reduzida do que está hoje, que a partir do dia 18 de fevereiro, que vai chegar a R$ 4,10, por isso o valor do aumento foi fracionado para que o município tivesse tempo suficiente para tomar algumas medidas a fim de conter o aumento ou reduzir do que vai aumentar agora em fevereiro”, explicou o Assessor Jurídico, Leonardo Brunetti Macedo.

 A Câmara de Vereadores e o Executivo estão empenhados em melhorar o acesso dos estancienses ao transporte, tendo como foco o controle do aumento da tarifa programa para esse ano.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados